Destaque

São Paulo não demonstra pressa mesmo com atacante já podendo assinar com outro clube

Gilberto saiu do Morumbi no domingo avisando que definiria seu futuro no São Paulo em reunião nesta segunda-feira, mas o encontro entre a diretoria e seus representantes foi adiado. Apesar de o contrato do jogador se encerrar no fim do ano, o clube trata o assunto sem pressa e não estão previstas conversas nesta semana.

A reunião que despertava tanto interesse em Gilberto teve como um dos motivos para o adiamento um problema de logística de seus representantes, que informaram que não conseguirão estar em São Paulo nesta segunda-feira. Além disso, os dirigentes não aceleram um novo encontro porque não veem urgência em definir logo a situação do jogador.


Esta semana será importante para o centroavante. Contra o Avaí, em Santa Catarina, o time terá um confronto direto na briga para afastar o risco de rebaixamento no Campeonato Brasileiro e, como Pratto cumprirá suspensão, é quase certa a presença de Gilberto entre os titulares pela primeira vez desde 11 de junho, quando fez gol na derrota por 3 a 2 para o Corinthians, em Itaquera.

Além disso, não há pressa da diretoria em resolver a sequência ou não do camisa 17 do clube. Existe o interesse em discutir uma renovação, mas garantir a permanência do jogador não é uma unanimidade entre os aliados do presidente Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, que confiam mais no titular Lucas Pratto.

Por isso, não há nenhuma urgência, mesmo com Gilberto já livre para assinar pré-contrato com outra equipe. O atacante e seus representantes serão procurados, mas, no clube, trata-se como improvável uma reunião ainda nesta semana. Acredita-se que o jogador continuará sendo útil ao longo do Brasileiro mesmo enquanto estiver com seu futuro indefinido.

Gilberto, em entrevista nesse domingo, disse não saber se sua preferência era ficar. Aos 28 anos, está no São Paulo há pouco mais de um ano e tem 14 gols em 38 jogos. Em 2017, mesmo na reserva, divide a artilharia do time com Pratto com 12 gols, atuando menos do que o argentino (28 jogos contra 33 do camisa 14). Com esses números, Gilberto crê que tem mercado e, por isso, gostaria de definir logo se renovará ou não.

Contra o Cruzeiro, Gilberto voltou a ser usado após se recuperar de contratura na panturrilha esquerda e foi decisivo, já que o árbitro marcou pênalti em encontro seu com Ezequiel – na cobrança, Hernanes sentenciou a vitória por 3 a 2, no Morumbi. A torcida gritou o nome do jogador diversas vezes, elogiando seu empenho.

Fonte: Lance

Clique para adicionar um comentário

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Destaque

Mais em Destaque

Petros defende a permanência de Dorival no São Paulo

saopauloadmin20 de novembro de 2017

Fox: São Paulo tem lista de dispensas e 9 podem sair

saopauloadmin20 de novembro de 2017

Dorival Jr: “Vamos brigar por títulos ano que vem. Pode ter certeza disso!”

saopauloadmin17 de novembro de 2017

Jean: São Paulo oferece jogadores mais dinheiro pelo goleiro

saopauloadmin17 de novembro de 2017

Em treino no CT do Inter, Dorival analisa novidades no São Paulo

saopauloadmin16 de novembro de 2017

Ausência de Cueva mostrou, que o São Paulo não é só Hernanes

saopauloadmin16 de novembro de 2017

Pai do goleiro Jean confessa: ‘ele quer jogar no São Paulo’

saopauloadmin14 de novembro de 2017

Relacionados para Grêmio x São Paulo

saopauloadmin14 de novembro de 2017

Titulares só observam treino puxado dos reservas no São Paulo

saopauloadmin13 de novembro de 2017