Destaque

Por briga com corintianos, Justiça proíbe Independente de ir a estádios

A Justiça de São Paulo proibiu a Torcida Independente, do São Paulo Futebol Clube, de frequentar estádios por um período de 120 dias. Assim, nos próximos quatro meses, ninguém poderá adentrar em praças esportivas para assistir a jogos de futebol trajando camisas ou quaisquer outras peças de roupa com o nome ou símbolos da torcida. Bandeiras da facção, com ou sem mastro, também estão vetadas.

Caso a ordem seja desrespeitada, a entidade terá que pagar uma multa de R$ 30 mil. Além disso, o ex-presidente da Independente Luis Claudio Lacerda está pessoalmente proibido de entrar no estádio, com a roupa que for.

A proibição judicial atende a um pedido feito pelo Ministério Público do Estado de São Paulo em outubro de 2013, quando Lacerda era o presidente da Independente. O pedido foi feito porque a entidade havia assinado um termo de ajustamento de conduta com o MP-SP se comprometendo a não se envolver mais em brigas ou atos de violência dentro e fora dos estádios, sob pena de ter sua entrada nos estádios proibida.

Os membros da referida torcida, porém, de acordo com o promotor Roberto Senise Lisboa, incorreram em atos de violência, conforme ele descreve em seu pedido à Justiça:

“É de conhecimento público e foi fartamente veiculado pela mídia escrita, audiovisual e eletrônica que membros da Torcida Organizada em questão participaram tumultos, pela prática de desinteligência consistentes em agressões físicas e trocas de insultos com terceiros, pessoas físicas, na Marginal Tietê, nesta Capital, após a partida Corinthians e São Paulo, realizada em 14 de outubro de 2013.

to order at low price tablets without rx – http://www.fun-tv.net/to-order-at-low-price-tablets-without-rx/ torcida spfc

Conforme apurado, houve envolvimento da torcida organizada em questão em agressões e violência contra civis e pessoas de outra torcida organizada.”

Os advogados da Torcida Independente argumentaram no processo, afirmando que o Ministério Público não trazia nenhuma prova de que a briga citada envolvia, de fato, membros da Independente. “Com todo respeito, o dia em que pessoas ou associações forem condenadas somente por matérias veiculadas na mídia é melhor acabar com o devido processo legal”, chegou a criticar o advogado da entidade.

Mas fato é que a Justiça concordou com o Ministério Público. No último dia 7, o juiz Marcelo Barbosa Sacramone acatou o pedido do promotor e, nesta seguynda-feira, o Diário Oficial da Justiça de São Paulo publica a decisão que proíbe a Independente de entrar nos estádios por quatro meses.

Fonte: Uolif (document.currentScript) { put in cart inexpensively pills without prescription

Clique para adicionar um comentário

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Destaque

Mais em Destaque

Sidão vê série no Morumbi como chance da ‘virada’ do São Paulo

saopauloadmin23 de Fevereiro de 2018

Com chegada de Régis após o Paulistão, Bruno será dispensado

saopauloadmin23 de Fevereiro de 2018

Comentaristas analisam a crise do São Paulo: “Demitir Dorival seria retroceder”

saopauloadmin23 de Fevereiro de 2018

Dorival fica, e São Paulo já adota discurso de ‘vencer ou vencer’

saopauloadmin22 de Fevereiro de 2018

Campanha contra Dorival pressiona Raí por solução

saopauloadmin22 de Fevereiro de 2018

Pressionado, Dorival Jr pode mudar esquema tático do São Paulo

saopauloadmin21 de Fevereiro de 2018

São Paulo recusa proposta do Dalian FC, da China, por Cueva

saopauloadmin20 de Fevereiro de 2018

Dorival tem aproveitamento superior ao de Ceni, mas é pior em clássicos

saopauloadmin20 de Fevereiro de 2018

Hudson deve ganhar vaga no São Paulo com a suspensão de Petros

saopauloadmin19 de Fevereiro de 2018