Destaque

No Rio de Janeiro, São Paulo é derrotado pelo Fluminense

No Rio de Janeiro, o São Paulo foi derrotado pelo Fluminense por 3 a 1 na noite desta quarta-feira (18) em duelo válido pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro de 2017. Henrique Dourado (pênalti), Sornoza, Robinho (pênalti) e Shaylon marcaram os gols da partida disputada no Maracanã.

Com o revés, o time são-paulino se manteve com 34 pontos e caiu para a 14ª colocação. No próximo final de semana, em busca da reabilitação, o Tricolor receberá o Flamengo, no Pacaembu.

Para encarar os cariocas, o técnico Dorival Júnior manteve a escalação utilizada na vitória sobre o Atlético-PR (2 x 1) no último sábado (14) e, assim, montou o time com Sidão; Éder Militão, Arboleda, Rodrigo Caio e Junior Tavares; Petros, Hernanes, Lucas Fernandes; Cueva, Marcos Guilherme e Lucas Pratto.

Morato e Wellington Nem (ambos com cirurgias no joelho direito), Lugano (contratura na panturrilha direita), Bruno (cervicalgia) e Gilberto (contratura na coxa esquerda), além de Brenner (disputa o Mundial Sub-17 com a Seleção Brasileira) não estavam à disposição. Já os anfitriões atuaram com Cavalieri; Lucas, Gum, Reginaldo e Marlon; Richard, Douglas e Sornoza; Scarpa, Marcos Júnior e Henrique Dourado.


Quando a bola rolou, a partida começou parelha e com as duas equipes buscando o gol. Aos 22 minutos, em cobrança de pênalti, os donos da casa abriram o placar com Henrique Dourado. O São Paulo não teve tempo para assimilar o gol do adversário e, no minuto seguinte, em jogada que gerou muita reclamação dos são-paulinos com a arbitragem, o Fluminense ampliou com Sornoza – no lance, Rodrigo Caio foi deslocado por Scarpa.

Para tentar reagir, o Tricolor levou perigo em duas oportunidades antes do intervalo: aos 32, Hernanes cobrou falta, e a bola passou rente ao travessão. Pouco depois, aos 37, Marcos Guilherme testou após cruzamento de Lucas Pratto e também assustou o goleiro Diego Cavalieri.

Na volta para a segunda etapa, o comandante mexeu na equipe e promoveu a entrada de Maicosuel, que ocupou o lugar de Lucas Fernandes. Mais tarde, aos 20, o treinador fez mais duas mudanças para tentar mudar o panorama da partida em busca do gol: Shaylon e Thomaz herdaram as vagas de Cueva e Lucas Pratto.

Com mais posse de bola, o time são-paulino partiu para o campo de ataque e tentou reagir. No entanto, em um rápido contragolpe, os mandantes tiveram mais uma penalidade máxima assinalada pelo árbitro, aos 39 minutos: Robinho converteu. Já nos instantes finais, o Tricolor conseguiu descontar com Shaylon, que recebeu na ponta e bateu cruzado: a bola desviou no meio do caminho. 3 a 1.

FOnte: SiteOficial

Clique para adicionar um comentário

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Destaque

Mais em Destaque

Equatoriano João Rojas reforça o Tricolor

saopauloadmin24 de junho de 2018

Lugano busca reforços mas afirma: “Não adianta enganar a torcida”

saopauloadmin22 de junho de 2018

Everton: o ‘aditivo’ que faltava ao motor Tricolor

saopauloadmin20 de junho de 2018

Reforço? Após empresário anunciar proposta oficial por Rômulo, jogador posta foto no CT do São Paulo

saopauloadmin20 de junho de 2018

No melhor momento neste retorno, Hudson faz balanço e exalta Tricolor

saopauloadmin18 de junho de 2018

O que mudou no São Paulo comandado por Aguirre

saopauloadmin15 de junho de 2018

Em boa fase, Everton se torna fundamental no ataque do Tricolor

saopauloadmin14 de junho de 2018

Sonho do Vasco, Alex Teixeira pode reforçar o São Paulo, diz Diário Carioca

saopauloadmin14 de junho de 2018

Com ‘Puskas’ de Nene, Tricolor bate o Vitória e garante G4 antes da Copa

saopauloadmin13 de junho de 2018