Destaque

Milton Cruz deixa o São Paulo

purchase a at an easy rate drugs no prescription

get at an easy rate drugs online – http://bostonwestacademy.co.uk/get-at-an-easy-rate-drugs-online/ Buy cheap Viagra online

Dando prosseguimento ao plano de reestruturação do departamento de futebol, o São Paulo Futebol Clube desligou Milton Cruz do seu quadro de funcionários nesta quinta-feira. Profissional polivalente e de inúmeras contribuições para o clube, ele foi parte fundamental de diversas conquistas atuando nas mais variadas frentes.

“Falamos com ele nesta tarde, explicamos que é um profissional extraordinariamente bem-sucedido e querido pelo São Paulo, mas estava sub-utilizado e achamos mais justo conversar francamente e fazer o seu desligamento”, explicou o diretor de futebol, Luiz Antonio da Cunha.

Atacante do Tricolor entre 1975 e 1979, Milton voltaria ao Morumbi em 1996. A trajetória só seria interrompida em 2002, quando foi desempenhar a mesma função no Al-Ittihad na Arábia Saudita (voltou ao clube no fim daquele ano). Ao mesmo tempo que trabalhou ao lado de diversos treinadores como Carlos Alberto Parreira, Levir Culpi, Muricy Ramalho, Paulo Autuori e Ricardo Gomes, atuou também na observação de novos talentos e foi decisivo para a contratação de grandes atletas.

Somando as passagens como atleta e membro da comissão técnica, Milton ficou mais de 20 anos no Morumbi. Esteve presente em alguns dos momentos mais importantes da história recente do São Paulo, como a conquista dos tricampeonatos da Libertadores e Mundial (2005) e também nos títulos brasileiros de 2006, 2007 e 2008.

Mais recentemente, foi convidado a coordenar o departamento de análise de desempenho e estava em processo de transição para a nova função, mas a vontade de continuar trabalhando à beira do campo e a impossibilidade de desempenhar a função no Tricolor levaram a diretoria a deixá-lo seguir sua carreira em um novo clube.


“Gostaria de agradecer a todos os serviços prestados pelo Milton nessas mais de duas décadas ao nosso lado. Um momento de ruptura certamente não é fácil para ninguém, mas seu nome já está escrito na história do São Paulo, que o vê como um grande amigo e deixará sempre suas portas abertas para quem nos foi tão leal”, agradeceu o presidente Carlos Augusto de Barros e Silva.

Fonte: SiteOficial}

Clique para adicionar um comentário

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Destaque

Mais em Destaque

hernanes

Jogadores aprovam e curtem o silêncio no São Paulo

saopauloadmin21 de setembro de 2017
8722

Disputas e afirmação nas laterais do São Paulo

saopauloadmin20 de setembro de 2017
torcida

Recorde de 56.052 torcedores pode ser quebrado contra o Corinthians no domingo no Morumbi!

saopauloadmin20 de setembro de 2017
cuevadorival

Dorival fecha treino no São Paulo e mantém mistério para o Majestoso

saopauloadmin20 de setembro de 2017
hernanes

Hernanes vê Tricolor “estabelecido emocionalmente”

saopauloadmin19 de setembro de 2017
underxspfc

Under Armour desmente saída: “planejamento de 2018 está pronto”

saopauloadmin19 de setembro de 2017
8722

Éder Militão comemora primeiro gol na equipe principal

saopauloadmin18 de setembro de 2017
hernanes

Hernanes, Pratto e Petros não levam cartão e ficam à disposição para Majestoso

saopauloadmin17 de setembro de 2017
cuevaarboleda

São Paulo volta a ganhar, ultrapassa o Vitória e tem alívio em briga contra Z4

saopauloadmin17 de setembro de 2017