Noticias

Meta, consistência e ambiente: elenco avalia momento tricolor

As convincentes vitórias sobre Flamengo (2 x 0), Santos (2 x 1) e Atlético-GO (1 x 0) tiraram o Tricolor das últimas colocações do Campeonato Brasileiro de 2017, mas não mudaram o foco do elenco. Os jogadores, que elogiam o ambiente proporcionado pelas energias positivas da torcida, seguem concentrados para pontuar nos próximos jogos e afastar qualquer risco de rebaixamento.

“Temos uma meta, e vamos com tudo nos próximos jogos para ficarmos mais tranquilos na tabela. Estamos felizes com as vitórias, mas isso não muda o nosso foco”, avaliou o centroavante Lucas Pratto. A gente precisa de fato encerrar esse assunto, alcançando os 46, 47 pontos. Assim que a gente encerrar, vamos buscar novo pacto para buscar algo melhor na competição”, acrescentou o goleiro Sidão.

“Acho que passamos por muitas coisas difíceis. Algumas cabeças se levantaram como liderança e empurraram o resto do grupo para cima. Hoje estamos muito mais perto do nosso objetivo, podemos ficar mais aliviados”, completou o arqueiro. Com o triunfo no Serra Dourada, o São Paulo assumiu a nona colocação, agora com 43 pontos em 32 rodadas, e conquistou a sua primeira trinca na competição nacional.


“Nossa equipe se encontrou e conquistou três vitórias. Temos que comemorar, mas pouco, porque a partir de segunda-feira (6) já pensaremos na sequência do campeonato. Temos um objetivo que ainda não alcançamos, então vamos planejar um passo de cada vez. Estamos focados neste objetivo. Encontramos uma consistência coletiva, o grupo está feliz e isso é importante. O clima no grupo é muito bom, e as peças estão se encaixando”, opinou o capitão Hernanes.

O próximo compromisso do São Paulo será na quinta-feira (9), às 20h (de Brasília), diante da Chapecoense, no Pacaembu. “A gente trabalhou muito, sofremos demais. Ainda não nos livramos 100% do rebaixamento, mas agora temos o próximo jogo em casa, contra mais um concorrente direto. Se vencermos, acho que nos livraremos 100%”, disse Marcos Guilherme, que emendou.

“Aí sim poderemos pensar em coisas maiores. O primeiro objetivo é fazer os 47 pontos, por isso estamos ganhando os jogos. Quanto antes a gente sair, mais rápido poderemos pensar nos nossos objetivos”, finalizou o atacante são-paulino, que nos próximos dias fará os ajustes ao lado dos companheiros para encarar os catarinenses.

Fonte:

Clique para adicionar um comentário

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Noticias

Mais em Noticias

Busca por solução sem jogar e coragem: São Paulo exalta Denis

saopauloadmin11 de dezembro de 2017

Ronaldinho chuta do meio-campo, Sidão faz defesa a lá Higuita e é aplaudido; assista

saopauloadmin11 de dezembro de 2017

Riscos, negociações e carisma: o que Raí falou como diretor do São Paulo

saopauloadmin8 de dezembro de 2017

Raí é o novo diretor de futebol do São Paulo

saopauloadmin7 de dezembro de 2017

“Nunca esquecerei o São Paulo”

saopauloadmin4 de dezembro de 2017

Torcida do São Paulo registra sua melhor temporada na história

saopauloadmin3 de dezembro de 2017

Igor é comparado a Kaká e pode ter chance com Dorival Júnior

saopauloadmin1 de dezembro de 2017

Rodrigo Caio espera 2018 com Copa e “totalmente diferente” para o São Paulo

saopauloadmin1 de dezembro de 2017

Dorival insiste em reforços de peso mesmo após Leco cortar investimentos: “Precisamos de reforços do nível do Petros e do Hernanes”

saopauloadmin27 de novembro de 2017