Destaque Noticia

Limite para definição se aproxima e Marcos Guilherme muda discurso

O limite para a definição do futuro de Marcos Guilherme está chegando, e a opção do meia-atacante tem sido de mudar seu discurso. Ele está emprestado pelo Atlético-PR até 30 de junho, mas tem recebido sondagens de outras equipes do país e, se quiser manter as chances de atuar por outra equipe neste Campeonato Brasileiro, só poderá atuar mais duas vezes.

O regulamento da competição permite que um jogador atue por outro time se tiver jogado, no máximo, seis vezes pelo clube em que iniciou o torneio. Marcos Guilherme acumula quatro partidas (foi titular contra Paraná e Santos, no último domingo, e entrou durante os empates diante de Fluminense e Atlético-MG), o que pode forçar a definição de seu destino já para a próxima semana.

O camisa 23 atrelou sua queda de rendimento no mês passado à preocupação com a sequência de sua carreira, e segue nos planos de Diego Aguirre, que o escalou como titular diante do Santos, no fim de semana, e tem planos de mantê-lo. Mas, enquanto a diretoria não assegurar sua permanência, o técnico pode só utilizá-lo contra o América-MG, neste domingo, e Botafogo, na próxima quarta-feira, ou ser forçado a não relacioná-lo.

No momento, ainda é considerado como extremamente improvável sua sequência no São Paulo. A mais recente oferta do Tricolor foi bem abaixo dos 3 milhões de euros (aproximadamente R$ 13 milhões) exigidos em contrato por 50% dos seus direitos econômicos, incomodando o Furacão, que dá claros sinais de que vai recusar.

O Atlético-PR já não fará valer o acordo verbal de mantê-lo emprestado até o fim do ano e quer lucrar com Marcos Guilherme. Como já recebeu sondagens de Corinthians, Flamengo, Cruzeiro e Atlético-MG e tem ouvido interesse de clubes do exterior, aumenta a expectativa de negociação em definitivo.


São-paulino de infância e animado em seguir no clube, Marcos Guilherme esteve em Curitiba há três semanas para falar pessoalmente com dirigentes do Atlético-PR. Não teve sucesso e já chegou a chamar publicamente a situação como uma “bagunça”. Agora, o sempre sincero meia-atacante prefere não tocar no assunto nas entrevistas, ciente de que está próximo de sair.

– Segue indefinida minha situação. Outra hora falamos disso. Quando resolver, eu falo para vocês. Hoje, estou tranquilo. Não quero falar sobre isso – disse Marcos Guilherme depois da vitória sobre o Santos, no domingo.

FOnte:

Clique para adicionar um comentário

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Destaque Noticia

Mais em Destaque Noticia

“Carneiro está treinando forte e se recuperando bem, não está sentindo nada”

saopauloadmin24 de junho de 2018

Base do Tricolor vira opção para possíveis baixas no elenco

saopauloadmin21 de junho de 2018

Veja quem volta ao São Paulo após término de empréstimo a outros clubes

saopauloadmin21 de junho de 2018

Nenê comemora fase de goleador: “É um lucro, porque minha função é dar assistência”

saopauloadmin20 de junho de 2018

Atacante diz que pode ser “muito útil” ao Tricolor no segundo semestre

saopauloadmin19 de junho de 2018

Título é meta do São Paulo: “Não tem isso de ficar entre os 4”

saopauloadmin16 de junho de 2018

Trio ofensivo participa de 88% dos gols do São Paulo no Brasileiro

saopauloadmin15 de junho de 2018

Mascote do São Paulo entra no clima de Copa e imita Canarinho Pistola

saopauloadmin14 de junho de 2018

Programação do São Paulo prevê 13 dias de folga e treinos em Cotia

saopauloadmin14 de junho de 2018