Destaque Noticia

Gomez tem o remédio para um mal do São Paulo: chuta de fora da área

Sem poder contar com Cueva, que atuará no Peru por sua seleção na noite desta terça-feira, Dorival Júnior preferiu optar por Jonatan Gomez em vez de Jucilei diante do Atlético-MG, nesta quarta-feira. E a escolha pelo meio-campista argentino oferece ao São Paulo uma arma que tem feito falta nesta temporada: os chutes de fora da área.

O arremate de média e longa distância é uma característica marcante do camisa 33, que ainda não marcou pelo clube, e pode ser ainda mais usado com ele jogando mais avançado. Como comparação, pelo Independiente Santa Fe, até maio, ele marcou três gols chutando de fora da área em 2017. O time inteiro do Tricolor, na temporada inteira, só balançou as redes dessa forma cinco vezes.

Com exceção dos dois gols de falta marcados por Hernanes, o São Paulo marcou de fora da área neste Brasileiro apenas em finalização de Marcinho, no empate por 2 a 2 diante do Atlético-GO, no Morumbi. Os outros quatro gols dessa forma foram feitos por Cícero, contra o PSTC, pela Copa do Brasil, e Thiago Mendes, diante de Defensa y Justicia, Linense e Ponte Preta – os dois já deixaram o clube.


Excluindo cobranças de falta, finalizar de fora da área é um quesito cada vez menos aproveitado no Tricolor. Em 2016, foram oito gols dessa forma no ano inteiro (Thiago Mendes e Ganso, duas vezes cada, Rogério, Chavez, Wesley e Gilberto foram os autores). Em 2015, as redes adversários foram balançadas assim em 15 chances (quatro com Michel Bastos e Pato, duas com Thiago Mendes e uma com Carlinhos, Souza, Ewandro, Reinaldo e Alan Kardec).

O chute de média e longa distância de Jonatan Gomez sempre foi enaltecido pela comissão técnica, e até uma das justificativas da diretoria para trazê-lo. A expectativa é de que o argentino, com essa característica, ajude a resolver a partida contra o Atlético-MG, confronto direto na briga contra o rebaixamento.

E é mais uma chance para Jonatan Gomez, que já chegou a ser transformado em volante por Dorival Júnior para ter mais oportunidades. Não é titular desde o triunfo por 2 a 1 sobre o Vitória, em 17 de setembro, quando substituiu o suspenso Jucilei, então titular, e acabou sacado no intervalo depois de uma péssima atuação. Mas o argentino é sempre exaltado por sua garra dentro de campo, o que justifica, também, mais uma oportunidade.

Fonte: Lance

Clique para adicionar um comentário

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Destaque Noticia

Mais em Destaque Noticia

“Carneiro está treinando forte e se recuperando bem, não está sentindo nada”

saopauloadmin24 de junho de 2018

Base do Tricolor vira opção para possíveis baixas no elenco

saopauloadmin21 de junho de 2018

Veja quem volta ao São Paulo após término de empréstimo a outros clubes

saopauloadmin21 de junho de 2018

Nenê comemora fase de goleador: “É um lucro, porque minha função é dar assistência”

saopauloadmin20 de junho de 2018

Atacante diz que pode ser “muito útil” ao Tricolor no segundo semestre

saopauloadmin19 de junho de 2018

Título é meta do São Paulo: “Não tem isso de ficar entre os 4”

saopauloadmin16 de junho de 2018

Trio ofensivo participa de 88% dos gols do São Paulo no Brasileiro

saopauloadmin15 de junho de 2018

Mascote do São Paulo entra no clima de Copa e imita Canarinho Pistola

saopauloadmin14 de junho de 2018

Programação do São Paulo prevê 13 dias de folga e treinos em Cotia

saopauloadmin14 de junho de 2018