Destaque

Caio Ribeiro critica Dorival e avisa sobre possível queda

Assim como fez na transmissão da TV Globo da derrota do São Paulo, por 3 a 1, para o Fluminense, também no programa “Seleção SporTV”, do canal fechado SporTV, nesta quinta-feira (19), o comentarista Caio Ribeiro apontou que os erros individuais dos jogadores da equipe do Morumbi vêm custando resultados e também criticou o técnico Dorival Junior pelas alterações no revés, consideradas ruins pelo analista. E foi além: cobrou do comandante mudanças profundas no time, alertando-o sobre o iminente risco de demissão.

Em longo discurso, Caio iniciou deixando claro que acredita que Dorival é bem intencionado e que procurou fazer o melhor com as entradas de Shylon e Thomaz para as saídas de Cueva e Lucas Pratto, porém reprovou as escolhas dos jogadores que saíram da partida do Maracanã. “Ele não pode, pela situação que o São Paulo está, pelo time que o São Paulo tem, que é um time fraco, cheio de limitações, tirar ao mesmo tempo o único centroavante que tem à disposição e o seu jogador mais criativo”

“São Paulo tem dois jogadores que vão municiar o centroavante: é o Cueva e é o Hernanes. O Hernanes está jogando um pouquinho mais recuado. Como foi o último jogo do São Paulo, onde conseguiu a virada em cima do Atlético-PR? Dois passes do Cueva e o fim de um jejum que incomoda todos os centroavantes. Eu passei por isso, o Fred estava agora, o Pratto estava passando. Quando você tira esse peso das costas, a tendência é recuperar muita confiança”, argumentou, defendendo a permanência do meia e do atacante contra o Flu.

“Dorival tem todo o direito de tentar, de colocar o Thomaz, do jeito que ele colocou, e de colocar o Shaylon. Agora, acho que tinha outras opções em campo para mantê-los, tanto o Pratto como o Cueva, e mexer nos outros. Mexer no Marcos Guilherme, de repente sacrificar um dos volantes, tirar até o Militão, que é muito forte defensivamente, mas que quando o São Paulo precisa buscar o resultado ele não é um lateral ofensivo, então pode deslocar alguém para aquele setor”, sugeriu. E reforçou a sua insatisfação com o trabalho de Dorival Júnior:


“Está se perdendo um pouquinho nas alterações. O Maicossel está pedindo passagem, está na hora de ter uma oportunidade como titular. O Lucas Fernandes, que é um menino que eu apostava muito, me dá a impressão de estar sem força, de estar sentindo um pouquinho esse momento, as jogadas não se desenrolam com a naturalidade como desenrolavam quando ele ainda estava na categoria de base. Então acho que é função do treinador buscar alternativas, e essas novas alternativas passam, inclusive, por uma mudança de sistema”, cobrou do profissional.

E continuou, com veemência, contestando as escolhas de Dorival: “Não sei por que ele abriu mão desse jeito do Jucilei. Por que não adiantar um pouquinho o Hernanes, que jogava dessa maneira na Europa, e trazer um Jucilei um pouquinho para trás? Por que não começar com Maicosuel, Pratto, Cueva e o Hernanes tendo um pouco mais de liberdade? Não sei se vai dar certo, mas eu sei que o São Paulo precisa de alguma coisa diferente, porque contra o Atlético-MG foi completamente envolvido e perdeu o jogo, contra o Fluminense foi muito inferior, saiu de campo sem dar um chute e também perdeu o jogo.”

E, preocupado, Caio alertou o técnico: “Mais duas derrotas e sabe o que vai acontecer? Vai dançar o Dorival Júnior. A torcida vai pedir a cabeça dele, a diretoria vai demitir ele. Acho que é um cara muito bom treinador, muito bem intencionado, mas está precisando de sacadas diferentes.”

“Todo treinador reclama de tempo para trabalhar. O São Paulo e todos os times quando teve a parada para a seleção, teve tempo para trabalhar e voltou pior. Aí eu questiono, tenho que começar a questionar as escolhas do Dorival ou a forma do time jogar”, reforçou, incomodado, o comentarista da Globo.

“As pessoas não estão acostumadas a me ver um pouco mais duro assim. Não acho que seja falta de vontade, não acho que esteja de sacanagem, que ninguém esteja correndo, nada disso. Não acho que esteja faltando entrega, acho que tem muito do lado emocional e tem tomadas de decisões erradas”, avaliou. E Caio ainda fez questão de fazer coro à cobrança feita pelo meio-campista Hernanes logo após a derrota na noite passada, quando desabafou, creditando o revés à desatenção e falta de maturidade dos jogadores na partida. “Se o Hernanes não puder falar, quem é que pode? Tem cara a arquibancada, tem cara que vai no microfone e faz média com a torcida. Eu vejo verdade no que o Hernanes falou. Ele tem história, tem peso e tem performance dentro de campo para ser um pouco mais duro na cobrança”, disparou.

Fonte: UOL

View Comments (2)

2 Comments

  1. pierre etienne balogh

    20 de outubro de 2017 at 10:12

    Acho que o Caio Ribeiro está certíssimo.Ele é um comentarista ponderado, equilibrado ,estudioso do futebol,muito diferente da grande maioria de comentaristas de futebol da mídia.

  2. UMBERTO

    21 de outubro de 2017 at 16:54

    parabéns Caio até que em fim deixou de ser torcedor de onda da imprensa e falou com o coração!

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Destaque

Mais em Destaque

Petros defende a permanência de Dorival no São Paulo

saopauloadmin20 de novembro de 2017

Fox: São Paulo tem lista de dispensas e 9 podem sair

saopauloadmin20 de novembro de 2017

Dorival Jr: “Vamos brigar por títulos ano que vem. Pode ter certeza disso!”

saopauloadmin17 de novembro de 2017

Jean: São Paulo oferece jogadores mais dinheiro pelo goleiro

saopauloadmin17 de novembro de 2017

Em treino no CT do Inter, Dorival analisa novidades no São Paulo

saopauloadmin16 de novembro de 2017

Ausência de Cueva mostrou, que o São Paulo não é só Hernanes

saopauloadmin16 de novembro de 2017

Pai do goleiro Jean confessa: ‘ele quer jogar no São Paulo’

saopauloadmin14 de novembro de 2017

Relacionados para Grêmio x São Paulo

saopauloadmin14 de novembro de 2017

Titulares só observam treino puxado dos reservas no São Paulo

saopauloadmin13 de novembro de 2017