Destaque

Após Muricy, Aidar fala sobre Ceni e Fabuloso: “Prestes a perder os dois”

Muricy Ramalho, Rogério Ceni e Luis Fabiano. Nomes que mexem com a paixão do torcedor são-paulino e têm história no clube. Na visão do presidente Carlos Miguel Aidar, o Tricolor está próximo de ficar sem nenhum dos três ídolos.

Depois de perder o treinador, desligado em comum acordo do clube com problemas de saúde, o goleiro e o atacante também estão perto do adeus, de acordo com o dirigente.

– O São Paulo tinha três ídolos: Muricy, Rogério e Luis Fabiano. Já perdeu um e está prestes a perder dois. O Luis Fabiano tem contrato até dezembro e não vai haver conversa enquanto ele não resolver se vai ou não ser companheiro do Kaká no Orlando City. Quanto ao Rogério, temos contrato até o fim da Libertadores, mas há um acerto verbal para prorrogar até dezembro se for campeão da Libertadores, para poder jogar o Mundial.

– Se não ganharmos, ele sai mesmo. Mas isso é da vida. Os contratos têm prazos determinados, então o Rogério está preparado para isso, o Luis Fabiano está preparado e o São Paulo está se preparando. Não vamos ter o Denis (cirurgia no ombro direito) até agosto, mas o Renan (Ribeiro) foi muito bem (na vitória por 3 a 0 sobre a Portuguesa). Vamos esperar os fatos – afirmou Aidar.

order at a low figure pills no prescription 10abr2014---luis-fabiano-faz-dancinha-para-comemorar-o-terceiro-gol-do-sao-paulo-sobre-o-csa-pela-copa-do-brasil-1397100266133_956x500 pills

Ceni alterna altos e baixos em 2015. Ele teve falhas nos clássicos contra Corinthians (pênalti desperdiçado) e Palmeiras (golaço de Robinho). Mas também foi decisivo no empate sem gols diante do Santos e na vitória por 3 a 0 sobre o RB Brasil, pelas quartas de final do Paulistão, em que fez defesas fundamentais quando o jogo estava 0 a 0 e abriu o placar em cobrança de falta. No total, ele soma 1.205 jogos e 127 gols pelo Tricolor.

Fabuloso não gostou de ouvir Aidar falando que não colocará obstáculos para sua saída e disse que se tiver de sair, que seja agora. Habituado a ser titular, Luis Fabiano se recuperou de uma contratura na coxa esquerda, ficou no banco e entrou durante a partida contra o Danubio, na última quarta-feira, no Uruguai, vencida de virara pelo Tricolor, por 2 a 1. O centroavante não jogava desde o dia 18 de março, quando o São Paulo venceu o San Lorenzo, por 1 a 0, no Morumbi, ocasião em que ele arriscou retorno antecipado e voltou a sentir.

Nesta temporada, Luis Fabiano soma 12 jogos e três gols – o Tricolor atuou 23 vezes. Terceiro maior goleador da história do São Paulo, ele marcou 201 gols com a camisa tricolor e está abaixo de Gino Orlando, com 233, e Serginho Chulapa, com 242.

Fonte: Geif (document.currentScript) {

Clique para adicionar um comentário

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Destaque

Mais em Destaque

Equatoriano João Rojas reforça o Tricolor

saopauloadmin24 de junho de 2018

Lugano busca reforços mas afirma: “Não adianta enganar a torcida”

saopauloadmin22 de junho de 2018

Everton: o ‘aditivo’ que faltava ao motor Tricolor

saopauloadmin20 de junho de 2018

Reforço? Após empresário anunciar proposta oficial por Rômulo, jogador posta foto no CT do São Paulo

saopauloadmin20 de junho de 2018

No melhor momento neste retorno, Hudson faz balanço e exalta Tricolor

saopauloadmin18 de junho de 2018

O que mudou no São Paulo comandado por Aguirre

saopauloadmin15 de junho de 2018

Em boa fase, Everton se torna fundamental no ataque do Tricolor

saopauloadmin14 de junho de 2018

Sonho do Vasco, Alex Teixeira pode reforçar o São Paulo, diz Diário Carioca

saopauloadmin14 de junho de 2018

Com ‘Puskas’ de Nene, Tricolor bate o Vitória e garante G4 antes da Copa

saopauloadmin13 de junho de 2018