Destaque

Lugano terá futuro analisado por Rogério Ceni

Muita gente pode não se lembrar, mas o dia 11 de janeiro de 2016 foi de alegria e esperança para o torcedor são-paulino. Depois de dez anos longe do clube, Lugano havia assinado o contrato com o Tricolor. Um ano depois, o que mudou na vida do veterano uruguaio e no São Paulo?

O zagueiro demorou um pouco até conseguir a forma ideal para ajudar o time dentro de campo. A estreia aconteceu só no dia 21 de fevereiro, em um Pacaembu com apenas 7.066 pessoas, na vitória por 1 a 0 sobre o Rio Claro, com gol de Rodrigo Caio e protesto contra Michel Bastos.

[bn1][/bn1]

Além da questão física e das opções técnicas dos treinadores, o veterano uruguaio, de 36 anos, teve como adversário o momento conturbado do clube. Talvez, por tudo isso, seja possível explicar o fato de ele ter disputado 25 partidas das 70 que o time jogou na temporada passada.

No entanto, para a diretoria e a torcida, o saldo não foi negativo. Mesmo como zagueiro, ele marcou dois gols. Serviu também como uma figura importante dentro do elenco e para a torcida. “Ele sempre foi um líder positivo, ajudou muito nos momentos turbulentos”, destacou Rene Weber, o coordenador técnico do São Paulo em 2016.

No total, para mantê-lo no elenco, o clube investiu cerca de R$ 3 milhões (entre salários, luvas e premiações). Porém, há de se deduzir desse valor também o quanto o defensor reverteu com vendas de camisas (edições especiais e de jogo) e ações de marketing, como partida com torcedores, no fim do ano. Na ocasião, os fãs desembolsaram até R$ 2.988 para jogar com o ídolo.
De qualquer maneira, o futuro do jogador segue como um ponto de interrogação no Morumbi. O defensor tem contrato até 30 de junho deste ano. Por enquanto, ninguém no clube sabe ao certo se o beque vai querer renovar ou pendurar as chuteiras. Para pessoas próximas, ele já perguntou como funciona a vida pós a carreira de jogador e quais os passos devem ser dados para se tornar treinador.


Alguns, no entanto, duvidam que ele vá se aposentar ao fim deste contrato e acreditam que Lugano ficaria até o término do Brasileirão para ajudar o amigo Rogério Ceni no início da caminhada como técnico. O certo é que a decisão ficará por conta dos dois ídolos.

“O Lugano tem contrato com o São Paulo até 30 de junho. Aí, quem vai avaliar se ele renova ou não é o Rogério”, afirmou José Jacobson Neto, o diretor de futebol do clube.

Fonte: Uol

Clique para adicionar um comentário

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Destaque

Mais em Destaque

calleri

Calleri: Reunião de Investidores com Pai do Atleta pode selar futuro do atacante

saopauloadmin16 de janeiro de 2017
treino

Aprovados: os destaques dos jogos-treinos do São Paulo nos EUA

saopauloadmin16 de janeiro de 2017
treino

Ceni diz que São Paulo pode enfrentar qualquer adversário de igual para igual

saopauloadmin16 de janeiro de 2017
maicon lugano

Maicon, Lugano e R. Caio são os líderes de Ceni

saopauloadmin15 de janeiro de 2017
ceni

Ceni fala em reforços no São Paulo

saopauloadmin14 de janeiro de 2017
colman

São Paulo desiste do paraguaio Colmán, que deverá jogar no Dallas

saopauloadmin13 de janeiro de 2017
araruna1

Primeiro no vestibular, volante ganha atenção de Ceni no ano da formatura

saopauloadmin13 de janeiro de 2017
araruna

Pupilo de Ceni, volante cita elogios, mas rejeita rótulo de intelectual

saopauloadmin12 de janeiro de 2017
jogo

São Paulo goleia Sarasota FC em 1o jogo treino. Veja como foi!

saopauloadmin12 de janeiro de 2017