HINO

hino

Buy cheap Viagra online

 

O hino oficial do São Paulo Futebol Clube foi criado em 1936, pelo então tenente José Porphyrio da Paz quando ele e o clube que ajudara a reconstruir passavam por dificuldades. Porphyrio e a família chegaram a ser despejados de sua casa, pois o tenente investia muito do que possuía no São Paulo Futebol Clube.

“Quase tudo que recebia ia para o clube. Quando fui avisado da perda da casa, fiquei desolado. Andava de um lado para o outro, sem saber o que fazer. Mas o amor pelo São Paulo foi maior e, ao invés de desistir, comecei a cantarolar: ‘Salve o Tricolor Paulista’ e compus o hino do clube. Foi cantando o hino que eu e minha família deixamos nossa casa”.

O original composto por Porphyrio só foi oficializado pelo clube em 22 de abril de 1942, e passaria por algumas modificações políticas, até ser aprovado em sua forma atual pelo Conselho Deliberativo no dia 29 de abril de 1966. Na mesma ocasião o autor doou ao São Paulo FC seus direitos sobre a música, que está registrada na Seção de Direitos Autorais da Escola de Música da Universidade Federal do Rio de Janeiro.

 

Hino do São Paulo Futebol Clube

Salve o Tricolor Paulista

Amado clube brasileiro

Tu és forte, tu és grande

Dentre os grandes és o primeiro

Coro:

Oh Tricolor

Clube bem amado

As tuas glórias

Vêm do passado

São teus guias brasileiros

Que te amam ternamente

De São Paulo tens o nome

Que ostentas dignamente

[Coro]

São Paulo, clube querido

Tu tens o nosso amor

Teu nome e tuas glórias

Têm honra e resplendor

[Coro]

Tuas cores gloriosas

Despertam amor febril

Pela terra Bandeirante:

Honra e Glória do Brasil

[Coro]

O Primeiro Hino

O hino criado por Porphyrio da Paz não foi o primeiro da história do São Paulo FC. Tal como os uniformes, outra canção também surgiu em 1930, nos tempos da Floresta:

 

“O São Paulo – Em São Paulo – Pelo Brasil”

 

Heroi São Paulo, sereno e forte,

Que tens valor e que tens poder,

És dessa elite que soe vencer,

So tens sucesso a própria sorte!

 

São Paulo, clube, tu és o heroi

Da Pauliceia, que ao teu sorrir,

O teu futuro verás surgir

Da fama que o tempo não destroi!

 

És o orgulho do Brasil,

Por teu escol que jamais falhou,

O teu nome já vibrou

No mundo além deste céu de anil!

 

São Paulo, tens o fulgor,

O brilho ardente de um grande sol,

São os louros do Tricolor,

São as glórias do teu primoroso escol!”