Noticias

Com Diego Aguirre, São Paulo ainda não levou gols no Morumbi

O São Paulo ainda não sofreu gol no Morumbi desde que Diego Aguirre assumiu o comando da equipe. Nas três partidas do uruguaio em sua nova casa, contra São Caetano, Corinthians e Paraná, o setor defensivo do Tricolor saiu ileso e proporciona a confiança necessária para os decisivos confrontos com Atlético-PR, pela Copa do Brasil, e Rosario Central, pela Sul-Americana.

É bem verdade que o time ainda está longe de demonstrar o futebol que seu treinador considera o ideal. A equipe apresenta falhas no setor de criação e na conclusão das jogadas. Mesmo assim, o desempenho da defesa (o primeiro item na lista de prioridades da nova comissão técnica) está indo bem.

– Quero construir o time, primeiro, defensivamente para depois pensar no ataque. Mas, sinceramente, não gostei da nossa proposta de ataque hoje. Tivemos situações, mas faltou algo a mais. Por isso, valorizo o triunfo, mas temos de melhorar. Não é porque ganhamos que penso que está tudo bem. Que bom que fizemos um gol, mas o time precisa aparecer mais do que nos últimos jogos. Na quinta-feira, temos já um jogo decisivo – explicou o treinador são-paulino, logo após a vitória diante do Paraná, na estreia do Brasileirão.

O comandante da equipe do Morumbi ainda elogiou a qualidade dos zagueiros que tem à disposição. Vale lembrar que o uruguaio está alterando a formação tática do time durante os jogos e o São Paulo atua, em uma mesma partida, com uma linha de quatro e também com uma linha de três defensores, dependendo das situações de jogo.

– Gostei muito do Bruno Alves. Há jogadores de nível similar na zaga. No banco, tem Anderson Martins, que é espetacular. Pode jogar ele, Bruno Alves, Arboleda, Rodrigo Caio, Militão… Os zagueiros são muito bons e experientes. Se não joga o Arboleda, que fez um grande jogo na Argentina, o Bruno Alves faz um grande jogo – pontuou.


O mérito do bom desempenho defensivo, claro, não é apenas dos zagueiros. No duelo com o Paraná, por exemplo, o meia-atacante Marcos Guilherme ajudou bastante os laterais nas investidas da equipe adversária. O mesmo acontece com os meio-campistas e volantes. Atualmente, no Tricolor, todos contribuem com a marcação, o que facilita o trabalho dos defensores.

– O time está bem, jogando do jeito que ele(Aguirre) pede, com muita vontade e aguerrido. Um time com cara uruguaio. Estamos assimilando ainda (ideias do treinador) e vamos trabalhar bastante – afirmou Jucilei, um dos líderes do São Paulo e titular absoluto no meio de campo.

Fonte:

Clique para adicionar um comentário

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Noticias

Mais em Noticias

Negociação total de Militão renderá milhões ao Tricolor

saopauloadmin14 de março de 2019

São Paulo empata com RBB e se afoga na crise!

saopauloadmin24 de fevereiro de 2019

“Peço que a torcida confie, porque temos a ambição de fazer o time ser campeão”

saopauloadmin18 de fevereiro de 2019

Mancini comanda o 1o treino após a saída de Jardine no São Paulo

saopauloadmin15 de fevereiro de 2019

Elenco fecha preparação com a energia positiva de Kaká

saopauloadmin12 de fevereiro de 2019

Jardine lamenta falta de tempo para implantar ‘São Paulo dominante’

saopauloadmin8 de fevereiro de 2019

Entre indignação e discurso motivacional, São Paulo se divide após derrota

saopauloadmin7 de fevereiro de 2019

Saiba quanto vale a vaga ao São Paulo na fase de grupos da Libertadores

saopauloadmin6 de fevereiro de 2019

Responsável pelo crescimento do basquete brasileiro será o nome forte do marketing

saopauloadmin3 de fevereiro de 2019