Destaque Noticia

Bauza rebate Rogério não é decisivo pelas pontas e discorda de Kardec

put in cart cheat drugs online – http://eka-finis-zega.mhs.narotama.ac.id/2016/11/30/put-in-cart-cheat-drugs-online/

Buy cheap Viagra online cheap pills

A vitória do São Paulo por 2 a 0 sobre o Mogi Mirim nesta terça-feira, no Pacaembu, ficou em segundo plano na entrevista coletiva do técnico Edgardo Bauza, após o confronto. O treinador teve de dar explicações sobre reclamações inpiduais de alguns atletas. Enquanto o atacante Rogério disse que não se sente bem jogando na armação, como voltou a fazer, o centroavante Alan Kardec reclamou de jogar pouco (ficou em campo por sete minutos) e que ainda não teve uma conversa com o comandante. Bauza deu outra versão.

“Eu converso, conversei com Rogério e ele disse o que queria. Com Kardec também conversei. Ele vai jogar em algum momento, como outros. Eu falo com os jogadores o que é necessário, depois o que tem de ter claro é que tem de mostrar em cada treinamento que estão prontos para jogar, e o melhor vai jogar. Não fico apegado ao nome, histórico, o que importa é a equipe”, declarou o comandante argentino.

Sobre Rogério, Bauza explicou o porquê de escalá-lo pelo meio, em função semelhante à desempenhada por Ganso. O atacante acabou marcando o primeiro gol do time, mas deixou claro seu desconforto por atuar ali. Mas, se depender de Bauza, ele não volta a jogar pelos lados, como gosta.

“Acredito que é a melhor posição que ele pode jogar. Ele jogou bastante por fora, vi ele jogar várias partidas do São Paulo com ele pelas pontas e não é desequilibrante, como pode ser como jogou hoje. Na segunda ponta, onde pode receber, tem muito bom chute de fora da área”, afirmou o treinador.

“É uma posição que ele não conhece, porque é atacante. O importante é que ele está aprendendo a jogar nessa posição e a equipe o ajuda como fez. Fez gol, participou de outras jogadas”, completou.


Sobre a partida, o técnico se disse satisfeito com a atuação do time e acredita que está evoluindo em busca de um padrão.

“Gostei, como no outro jogo, acho que voltamos a jogar bem. Controlamos a partida, o rival, tivemos chances, mas não fizemos no outro jogo. Saio satisfeito porque assumimos a liderança do grupo, e alguns jogadores melhoraram, gostei disso também”, declarou.

Fonte: uol

View Comments (1)

1 Comment

  1. Nelson de Deus Ferreira

    3 de março de 2016 at 17:43

    O importante é o sistema de jogo e o esquema tático somarem, para o time jogar cada vez melhor!
    Não adianta nda os jogadores ficarem debatendo com o prof, sem testarem antes a proposta e apresentarem um futebol criativo, já que de boas intenções o inferno tá cheio, e ser campeão é o sonho e todos os times, mas a realidade é que só um fica com o título, geralmente o que joga melhor!
    E pra isso tem que ser um time!

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Destaque Noticia

Mais em Destaque Noticia

“Ele é o cara que o treinador quer e a Diretoria está tentando viabilizar”

saopauloadmin24 de maio de 2019

Técnico explica ausências de Hudson e Hernanes

saopauloadmin23 de maio de 2019

A jornal espanhol, Antony diz querer deixar nome na história do São Paulo

saopauloadmin22 de maio de 2019

Hernanes e Antony são dúvidas do São Paulo para o jogo contra o Bahia

saopauloadmin20 de maio de 2019

Lugano faz apelo ao são-paulino

saopauloadmin20 de maio de 2019

São Paulo pressiona, tem expulsão pelo VAR e fica no empate com o Bahia

saopauloadmin19 de maio de 2019

Volpi supera início irregular, passa confiança e é referência no Tricolor

saopauloadmin19 de maio de 2019

Biro Biro volta a treinar pelo São Paulo e anima

saopauloadmin16 de maio de 2019

Pato evolui e tenta voltar a jogar pelo São Paulo no domingo

saopauloadmin15 de maio de 2019