Destaque

Aguirre vê São Paulo sair do clássico no lucro: “Poderíamos ter perdido”

A entrevista coletiva concedida após o empate sem gols contra o Santos, neste domingo, na Vila Belmiro, mostrou um Diego Aguirre satisfeito com o resultado. O técnico do São Paulo admitiu a superioridade do rival durante o clássico e, por isso, valorizou o ponto conquistado na 25ª rodada do Campeonato Brasileiro.

“Jogar na Vila é difícil. O Santos é outro time em relação ao que enfrentamos no primeiro turno. Valorizo o empate, sempre queremos ganhar, mas há momentos que temos de valorizar um ponto fora de casa”, avaliou o uruguaio.

Pressionado pelos donos da casa durante a maior parte da partida, o São Paulo pouco ameaçou a meta de Vanderlei. E ainda contou com a sorte aos 27 minutos do segundo tempo, quando Rodrygo chutou para fora após sair cara a cara com Sidão.

“O Santos teve uma situação para matar o jogo, em que o Rodrygo perdeu. Poderíamos ter perdido. A verdade é que nos faltou mais poder ofensivo e aproveitar os espaços que o Santos deixava. Não tivemos muitas opções de marcar gol. Então está tudo bem”, resignou-se.

Sem contar com Bruno Peres, em recuperação de lesão, e Régis, suspenso, Aguirre foi obrigado a improvisar o zagueiro Arboleda na lateral direita. O zagueiro, aliás, foi quem permitiu que Rodrygo saísse na cara de Sidão na etapa final. Ainda assim, o treinador elogiou o equatoriano.

“Foi uma necessidade. Não tínhamos o Bruno Peres e o Régis, o Araruna voltando de uma lesão, há 15 dias sem treinar. Então buscamos a alternativa com o Arboleda, que teve uma atuação boa”, analisou.

Com o resultado, o São Paulo chegou aos 50 pontos e assumiu provisoriamente o primeiro lugar da competição. Diego Aguirre, no entanto, prega cautela: “O importante não é ser líder agora, mas sim no final. São pontos que, no final, podem ser decisivos”.


Nesta segunda-feira, o Internacional tentará reaver a liderança do Brasileirão diante da Chapecoense, fora de casa. Como ostentam um saldo de gols superior, os gaúchos atingirão o seu objetivo com um simples empate.

Questionado se torceria por uma vitória dos catarinenses, Aguirre tergiversou: “Não é sobre torcer contra outros times. Vou assistir ao jogo. Não posso fazer nada da minha casa, vendo da televisão. Temos que nos preocupar com o nosso próximo jogo, de tentar ganhar”, concluiu.

Fonte: GE

Clique para adicionar um comentário

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Destaque

Mais em Destaque

Roubado! São Paulo sofre mais uma derrota

saopauloadmin18 de fevereiro de 2019

Segundo jornalista, Cuca retornará ao futebol mais cedo que o previsto

saopauloadmin17 de fevereiro de 2019

Mancini não garante Nenê “titular” no São Paulo: “Ser meu amigo não o credencia a isso”

saopauloadmin16 de fevereiro de 2019

Mancini diz que só aceitou ser interino por Cuca: ‘É o técnico ideal’

saopauloadmin15 de fevereiro de 2019

São Paulo contrata Cuca

saopauloadmin14 de fevereiro de 2019

Reapresentação com novidades para semana de decisão

saopauloadmin11 de fevereiro de 2019

Discurso de Jardine não é traduzido em campo, e São Paulo se vê em crise

saopauloadmin10 de fevereiro de 2019

Organizada ameaça elenco e Leco e diz que prazo é até 4a feira

saopauloadmin7 de fevereiro de 2019

Nos últimos quinze jogos por competições sul-americanas, SP acumula treze expulsões

saopauloadmin7 de fevereiro de 2019