Destaque

Aguirre elogia elenco, mas diz que São Paulo trabalha por reforços

A chegada de Gonzalo Carneiro não deve encerrar o ciclo de contratações do São Paulo em 2018. Ao menos é o que dá a entender Diego Aguirre. O técnico uruguaio aprova o elenco atual do clube do Morumbi, mas acha importante incrementá-lo com mais reforços.

“O São Paulo tem muitos bons jogadores e estamos bem. Mas também seria importante poder contar com alguns novos atletas. Mas para chegar tem que ser melhor do que os que temos. Não é uma coisa que hoje me preocupa. A diretoria já trabalha nisso e vamos vendo como vai acontecendo com o tempo”, afirmou o treinador, em entrevista ao canal Espn, nesta terça-feira.

Vindo do Defensor-URU, Carneiro foi o oitavo reforço do São Paulo para a atual temporada. O jovem atleta de 22 anos foi uma indicação do compatriota Diego Lugano, superintendente de relações institucionais do clube. A tendência, portanto, é que os próximos nomes a serem discutidos pela diretoria sejam sugestões do novo comandante.

“Existe a possibilidade de realizar algumas contratações, mesmo que não ocorra agora ainda pode acontecer porque teremos muitos jogos e precisamos de opções, e estamos trabalhando para isso”, avaliou Aguirre.

Com quatro jogos dirigindo o São Paulo da beira do gramado, o treinador exigiu uma mudança de atitude de seus jogadores dentro de campo assim que assumiu o time, no começo de março. A ordem foi acatada, e a postura da equipe foi diferente no segundo duelo com o São Caetano e nos dois clássicos contra o Corinthians.

Com o primeiro problema resolvido, Aguirre aproveitou o raro tempo disponível, fruto da eliminação no Campeonato Paulista, para trabalhar os aspectos táticos do time tricolor, que deve atuar em outro esquema contra o Atlético-PR, nesta quarta-feira, na Arena da Baixada, pela Copa do Brasil.


“A ideia agora é ter um São Paulo mais intenso, com maior posse de bola, com a ambição de ganhar todos os jogos. Isso é uma ideia para se colocar no dia a dia. Foi bom ter uma semana de trabalho”, projetou o técnico, que prosseguiu.

“O time tem que se acertar da defesa para o ataque. Estamos conseguindo arrumar atrás, mas não estou contente ainda no momento de nossos ataques. Faltou resposta, os rendimentos deveriam ser melhores e estamos trabalhando para isso”, concluiu.

Fonte: Gazeta

Clique para adicionar um comentário

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Destaque

Mais em Destaque

Cuca “ganha” volante e São Paulo deve ter retorno de lateral da base

saopauloadmin20 de março de 2019

Hernanes sai com dores e deve desfalcar o São Paulo em decisão

saopauloadmin17 de março de 2019

#EstaremosSempreJuntos: sábado é dia de todos no Pacaembu

saopauloadmin14 de março de 2019

Com portões fechados, Mancini comanda treino coletivo no São Paulo

saopauloadmin13 de março de 2019

Tricolor pressiona, mas empata com a Ferroviária

saopauloadmin10 de março de 2019

São Paulo empresta Araruna ao Fortaleza até dezembro

saopauloadmin8 de março de 2019

São Paulo e Fluminense tornam a conversar

saopauloadmin6 de março de 2019

São Paulo já se prepara para forte assédio ao seu jogador mais valioso

saopauloadmin6 de março de 2019

Hernanes busca forma e posição ideais para deslanchar no São Paulo

saopauloadmin5 de março de 2019